Como Meditar

Como meditar

-Cruze as suas pernas em posição de lótus, ou se não conseguir, em posição de semi-lótus. Para lótus, cruze primeiro a sua perna esquerda, colocando depois a perna direita em cima. Em semi-lótus, a sua perna esquerda fica em cima. Também pode sentar-se na postura confortável, cruzando simplesmente as pernas (sem sobreposição), ou sentar-se numa cadeira. (A posição das pernas não se altera; a perna direita fica sempre em cima na posição de lótus).

-Pouse as suas mãos no seu colo, voltadas para cima. A mão direita é colocada em cima e os polegares tocam-se.

-Dobre a sua língua para cima de forma a tocar suavemente na gengiva, imediatamente antes dos dentes incisivos.
-Mantenha os olhos fechados ou entreabertos apenas um terço.
-Sente-se com as costas direitas.
-Respire naturalmente pelo nariz.
-Durante a meditação não se mexa. É natural e expectável sentir algum desconforto por por ter as pernas cruzadas. Aguente com paciência o máximo de tempo possível. Use um cronómetro de forma a que todos os dias esteja sentado durante mais dois minutos do que no dia anterior. A dor irá aumentar o seu poder de concentração e irá também desencadear um processo de cura do seu corpo.

A MENTE

-Em silêncio pode recitar o nome do Budha Bodhisattva, ou a sua fonte pessoal de força espiritual. Em Alternativa pode simplesmente acompanhar o ar a entrar e a sair das narinas,
-Foque a sua atenção no umbigo. Quando aparecer um pensamento não faça nada!
Se estiver a recitar, então esqueça a sua respiração. O Chan é simplificação.
-Como alternativa, pode usar a sua respiração como objeto de meditação. Nesse caso, em vez de recitar, foque simplesmente a atenção no seu umbigo e observe a sua respiração natural, sem a ajustar.

EXTRAS

-Use roupa confortável.
-Sente-se voltado para uma parede para reduzir as distrações visuais.
-Evite correntes de ar.
-Se necessário, mantenha as pernas quentes, cobrindo-as com uma manta ou toalha.
-Se sentir a cabeça fria não use um gorro. Aguente até que a cabeça aqueça naturalmente.
-Se estiver frio não cubra o tronco com um cobertor, use antes mais camadas de roupa. Contudo, até é preferível que se mantenha relativamente fresco.
-O mais importante: medite todos os dias de forma consistente. O ideal é meditar uma hora, mas 15 minutos diários já serão muito benéficos

Perguntas Frequentes

Apesar de não ser um requisito para a prática, a posição de lótus é um objetivo devido a ser de longe a melhor postura para a prática da meditação

Sim é muito normal sentir dormência, formigueiro, ou até mesmo deixar de sentir as pernas durante a prática. o desconforto faz parte desta prática: “no pain, no gain”

Sim, é importante por várias razões, uma delas tem a ver com o ying e yang, e a direcção da energia.

Não há nenhum problema em meditar com o estômago cheio, até pode ajudar na digestão, no entanto é mais fácil meditar antes de comer.

Após a prática vai sentir-se relaxado e com menos atividade mental, isso vai ajudar a ter um sono melhor.