Comecei a praticar Chan em 2014, depois de quase uma década a praticar Nei Gong (Artes Internas) e de 3 anos a estudar Medicina Tradicional Chinesa. O meu interesse pelo Budismo e pela meditação começou a crescer e, em 2013, decidi procurar pelo melhor sítio que conseguisse para aprender a meditar. Já tinha viajado para outros continentes para aprofundar as minhas práticas; a distância não seria um problema desde que, a meu entender, a prática fosse o mais autêntica possível.

Depois de encontrar os textos do Grande Mestre Hsuan Hua, decidi que ele seria um grande Mestre com que eu poderia aprender. Infelizmente, o Mestre já havia falecido há algum tempo, pelo que quis tentar a minha sorte com um dos seus discípulos. Encontrei o site do Mestre YongHua, e assim que vi que iria haver um retiro de Inverno, aberto a iniciantes, procedi à inscrição.

Sempre pensei que iria encontrar os ensinamentos autênticos num sítio recôndito como nas montanhas da China ou nas selvas da Tailândia. No, entanto o templo do Mestre YongHua fica em Los Angeles, na Califórnia — um sítio mais conhecido pelo surf e por Hollywood do que pelos praticantes de meditação.

A explicação para isto é que o Grande Mestre Hsuan Hua trouxe o Budismo Ortodoxo da China para os Estados Unidos, por volta da década de 1950, onde cresceu de uma forma muito sólida e consistente — fundou vários templos, um dos maiores na Califórnia. Na verdade, a Califórnia tem uma concentração enorme de pessoas de ascendência asiática, pelo que as comunidades locais também fizeram questão de trazer as suas práticas espirituais para os EUA. Este Grande Mestre teve imensos discípulos de nível muito elevado, e os seus comentários dos textos Budistas são uma leitura muito interessante.

Deixe um comentário